domingo, 18 de dezembro de 2011

Um ano de Primavera Árabe


Mulheres pintam nas mãos as bandeiras de Iêmen, Tunísia, Líbia, Síria e Egito. (Iêmen, 04/11/2011. Foto:  Louafi  Larbi/ Reuters).

   

"Liberdade". (Túnis, 22/01/2011. Foto: Finbarr O'Reilly/Reuters) 

   
   Ao longo de um ano, quatro ditadores desapareceram - o presidente da Tunísia, Zine al-Abdine Ben Ali, se exilou na Arábia Saudita; o presidente do Egito, Hosni Mubarak, renunciou após uma insistente presença de manifestantes na praça Tahrir, no centro do Cairo; Muamar Kadafi, da Líbia, foi capturado e morto por opositores depois de meses de guerra civil; e o presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, assinou um acordo para deixar o poder meses depois de ser gravemente ferido em um ataque. 
   Fim ao regime de ditadura!

2 comentários:

Lívio disse...

Legal, Bruna, você abordar também questões políticas. Isso torna seu blogue ainda mais rico.

Abraço.

Bruna disse...

Beleza, Lívio. Tocarei nessas questões mais vezes.

Um abraço.