sexta-feira, 22 de julho de 2011

Dércio Marques


Dércio Marques é um compositor, violeiro e cantador natural de Uberaba, Minas Gerais. Defensor entusiasta da natureza, da cultura popular brasileira e do cerrado, pesquisa e produz discos com esses temas. Em 1986, por exemplo, gravou, ainda em LP,  Segredos Vegetais, com belíssimos arranjos sonoros feitos com o canto dos passarinhos, o barulho das águas e outros sons da natureza. Já em 2000, compôs um CD todo dedicado às folias brasileiras - inclusive com uma de Patos de Minas.

Além do grande gosto pela natureza, Dércio também é apaixonado pelas crianças. Produziu Anjos da Terra (1990 LP/1993 CD), um disco inteiramente com cadência infantil, pois conta com a participação das vozes doces das crianças, e também com a orquestração de arranjos suaves, cheios de pureza. O CD traz ainda, oportunamente, versões musicadas de alguns poemas infantis de Cecília Meireles, ora interpretadas por ele, ora por vozes femininas doces. Considero Anjos da Terra o seu álbum mais belo e queria muito ter disponibilizado uma canção dele no Brumas, mas infelizmente não foi possível. Além de eu não estar com a discografia do Dércio agora (está em Patos), através da internet tive acesso apenas a uma versão ruim deste CD, na qual todas as canções são cortadas com 1 min. de duração. [Até aproveito para pedir para vocês a versão digital do disco, caso alguém a tenha ou a encontre]. Com as crianças ainda, Dércio e sua irmã Dorothy, que também é cantora e tem os meus gostos dele, gravaram o disco Monjolear (1996). O trabalho foi feito em uma creche de Uberlândia e traz belas canções de roda.

Quis falar do Dércio, pois hoje cantarolei a música "Os carneirinhos" (uma das versões para os poemas de Cecília Meireles) o dia todo, e ela me trouxe boas lembranças da minha infância que, inclusive, tive o enorme prazer de passar um pouco com o cantador. Além de ser excelente e talentosíssimo músico, ele tem um trato raríssimo com as crianças, capaz de tornar tudo no mundo delas mágico e gostoso. Lembro-me certa vez de ele nos colocar (eu, meu irmão e minhas primas-suas filhas) em cima de um fusca velho, nas barras de ferro que alguns tinham para prender as malas, e sair com a gente no meio dos bosques de Itajubá e Pocinhos. Era uma diversão! E me lembro também dele lendo histórias e passando filmes bacanas para nós, que hoje vejo que não esqueci: lembro dele contando a história da mulher lobo e de ter passado a primeira versão do filme A Fantástica Fábrica de Chocolate

Deixo abaixo, para relembrarem ou conhecerem, a música que dá nome ao CD Segredos Vegetais, uma outra do CD Fulejo que conta com a participação de Daniela Lasalvia, e, por fim, uma entrevista com a pessoa bonita de Dércio Marques, concedida a um canal da Bahia, há algum tempo. Também deixo o meu abraço afetuoso e terno a ele, personagem inesquecível da minha infância.








6 comentários:

Márcia disse...

Oi filha,
coincidentemente, ou não, na semana que passou e até hoje, estou com a música "Meninos", do CD Monjolear, na cabeça o tempo todo. Também bateu uma saudade do Dércio (ele nos prometeu que passava por aqui hoje, mas não apareceu ainda). Ele é um ser humano incrível mesmo, de uma sesibilidade ímpar. Gosto muito de todos os seus trabalhos. Com certeza o "Anjos da Terra" é especialíssimo. E enquanto lia sobre suas lembrança de infância, também me lembrei dos momentos mágicos que já passamos com ele no sul de Minas. Valeu!
Um abraço apertado
Mamae

Bruna disse...

Oi, mãe.

Que joia saber que o Dércio talvez dê uma chegadinha por aí. Se vê-lo, não esqueça de deixar o meu abraço.

Lembro da canção "Meninos", é bonita como, invariavelmente, todas as outras dele. Mas, que coincidência em, estarmos com a música dele na cabeça na mesma semana?!...Quem explica?

Que legal que você também tenha lembranças dos momentos mágicos com o Dércio.

Um abraço de urso fofo. Saudades.

Lívio disse...

Bruna, belo tributo. Sempre pensei que estar nas belas recordações de uma criança é uma glória.

Ainda não conheço o trabalho de Décio Marques. Valeu pela indicação.

Bruna disse...

Lívio,

quis com esta postagem divulgar ao mesmo tempo a pessoa e o músico Dércio Marques. Os dois são espetaculares.

Quando eu estiver em Patos, se quiser, posso emprestar os CDs do Dércio. Ou, mais rápido, se ainda ver a Mayanna ou a Amanda, minhas primas, elas também podem emprestar. As duas são filhas dele e têm também os CDs.

Que bonito você dizer que é uma glória estar nas belas recordações de uma criança. Deve ser mesmo.

Obrigada por ter conferido.
Um abração.

Mayanna Flor disse...

Prima,
Lembro desses episódios que a gente passou juntas. Hahaha
Ele é tudo isso e muito mais, um paizão.
Tenho muito orgulho de ser filha dele. Só a agradecer.
Muito obrigada por falar dele no seu blog, prima!
Saudades.

Bruna disse...

Oi, May, flor,

Legal que você também se recorda dos episódios da nossa infância. Coisa boa aquele tempo, não?!

Não precisava nem agradecer por eu falar do Dércio. Ele é demais.

Um abração.
Valeu pela visita!